Sociedade Ainda se quer um computador foi adquirido para projecto “um estudante, um...

Ainda se quer um computador foi adquirido para projecto “um estudante, um computador”

O ministro do Ensino Superior, Daniel Nivagara, revelou que nem um computador foi adquirido no âmbito do projecto “um estudante, um computador”, segundo Nivagara que é citado pelo O País o mesmo deve-se ao facto de os critérios de implementação não terem sido finalizados.

Deste modo, com estas declarações, Nivagara desmente o seu director de planificação, que, garantiu em Julho do ano passado, que estavam na fase final os mecanismos de implementação da iniciativa “um estudante, um computador” e que, em Novembro, os computadores seriam entregues aos estudantes. Confrontado pelo “O País” sobre a promessa, Daniel Nivagara disse que nem concurso para adquirir os equipamentos foi lançado, avança o O País.

“O que falhou neste processo é a concertação entre as instituições de ensino superior. Como deve saber, somos um país com 56 instituições de ensino superior e todas precisavam de estar envolvidas no desenho dos mecanismos de implementação. O que podemos garantir é que aprimorados todos os mecanismos de implementação, far-se-á o concurso público para que aquisição dos computadores”, disse.

Sem avançar datas concretas, Nigavara volta a prometer que a iniciativa “Um estudante, um computador” não é uma miragem. “Garantimos que o projecto está em andamento e que, depois desse exercício junto dos das instituições de ensino, poderemos, ainda este ano, implementar esse projecto”.

Daniel Nivagara falava, esta quarta-feira, à margem de uma conferência realizada em celebração do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa.