Início Internacional Africa 2021 foi marcado por mais de 30 vitórias sobre direitos humanos em...

2021 foi marcado por mais de 30 vitórias sobre direitos humanos em África

Mais de 30 vitórias de direitos humanos marcaram 2021 por todo o mundo, incluindo leis que foram reescritas, prémios atribuídos pelo constante trabalho de ativismo e alguns prisioneiros de consciência libertados.

Segundo a Amnistia Internacional, as conquistas em vários países resultam do trabalho em prol dos direitos humanos, o que trouxe grande mudança também em África, nomeadamente na Guiné-Bissau, um dos países africanos de língua oficial portuguesa.

A Guiné-Bissau ainda tem demasiadas situações de violação dos direitos humanos. O país da África Ocidental, que continua a não garantir as liberdades civis e políticas, aderiu recentemente à ratificação do protocolo adicional à Carta Africana dos Direitos do Homem e dos Povos. Tal vai permitir, em especial, a indivíduos e organizações da sociedade civil, apresentarem queixas ao Tribunal Africano dos Direitos Humanos e dos Povos.

Paulo Fontes, diretor de comunicação e campanhas da Amnistia Internacional Portugal, considera que este é um passo importante, porque “irá permitir o acesso dos guineenses a mais uma instância africana de proteção dos direitos humanos.

FONTEDW
Artigo anteriorAlemanha registou 42.770 casos e mais 383 óbitos nas últimas 24 horas
Próximo artigoASTRA vai agravar tarifa de transporte de passageiro interprovincial e distrital