Início Internacional Áustria entrou em confinamento para combater o aumento de casos de Covid-19

Áustria entrou em confinamento para combater o aumento de casos de Covid-19

A Áustria iniciou um confinamento que pode durar pelo menos dez dias, mas que podem estender-se a 20. 

A Áustria entrou, em confinamento a nível nacional num esforço para combater o aumento de casos de Covid-19. Esta restrição surge num momento em que a média de mortes diárias triplicou nas últimas semanas e em que alguns hospitais começaram a ficar sem capacidade nas unidades de cuidados intensivos.

Segundo o governo austríaco, este  confinamento terá duração de pelo menos dez dias, mas que podem ser prolongados para 20. Nestes dias de confinamento, as pessoas só vão poder sair de casa por motivos específicos, como ir às compras, ao médico ou praticar exercício.

A acrescentar a estas medidas o chanceler austríaco Alexander Schallenberg anunciou na semana passada que a vacina vai ser obrigatória a partir do dia 1 de fevereiro.

Restaurantes, bares, teleféricos e turismo também estão parados. Um cenário que já não se via desde o final dos últimos confinamentos quando a vacinação se tornou maioritariamente acessível na Europa para toda a população.

O objetivo deste confinamento é, além de reduzir o número de infetados e de hospitalizações, convencer aqueles que não se vacinaram ainda a fazê-lo o mais depressa possível.

Artigo anteriorMédicos angolanos anunciaram greve exigindo melhores condições laborais
Próximo artigoVagas de emprego do dia 24 de Novembro de 2021