Conductores da cidade da Beira viveram na manhã de ontem (05) um enorme congestionamento no tráfego automóvel, devido a um camião-cisterna que tombou durante a madrugada nas proximidades dos semáforos da Munhava.

A viatura circulava no sentido bairro do Vaz-Porto da Beira, naquela rodovia o que obrigou a presença da Polícia para regular o trânsito.

O acidente resultou em avultados danos materiais e a remoção dos destroços do camião obrigou à intervenção de uma grua pesada o que resultou na paralisação, da circulação de viaturas por um longo período matinal e atrasos.

As autoridades policiais no local, consideram o excesso da velocidade como a causa do sinistro em virtude de o automobilista não ter conseguido dominar o entroncamento.

O condutor do camião, um cidadão zambiano, identificado como Jhofren William, alegou a fadiga e a deficiência mecânica como principais causas do sinistro, pois um dos pneus frontal estoirou provocando uma travagem brusca que resultou no seu capotamento.

Testemunhas oculares apontam que casos semelhantes são frequentes naquela zona de intenso tráfego sendo que o último episódio provocou a morte de cinco pessoas da mesma família quando um camião despistou-se e invadiu uma residência nas bermas da plataforma das faixas de rodagem.

Por isso, a autoridade reguladora do Código de Estradas apela aos automobilistas no sentido de observarem rigorosamente a condução defensiva para evitar danos humanos e materiais.