As Universidades moçambicanas têm acesso gratuito a bibliotecas virtuais da empresa Elsevier desde segunda-feira (15).

A Elsevier sediada na Holanda é actualmente uma das principais empresas de publicações académicas do mundo.

O acesso a estas bibliotecas foi concedido ao governo moçambicano através do Ministério da Ciência e Tecnologia e vai durar três meses.

Falando no lançamento de acesso e uso das bibliotecas electrónicas da Elsevier, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara disse que integração à instituição está avaliada em cerca de setecentos mil dólares.