Início Sociedade Reabertura das fronteiras com África do Sul reanima o movimento migratório em...

Reabertura das fronteiras com África do Sul reanima o movimento migratório em Ressano Garcia

A reabertura das fronteiras entre Moçambique e África do Sul, para efeitos de turismo, tem vindo a reanimar o movimento migratório no posto fronteiriço de Ressano Garcia.

Cerca de Catorze mil e Oitocentos viajantes atravessaram a Fronteira de Ressano Garcia na Semana Finda, com o relaxamento de algumas medidas restritivas, no quadro da prevenção da Covid-19.

O número representa, no entanto, uma redução em 32 por cento, se comparado ao igual período do ano passado em que perto de vinte e duas mil pessoas passaram por aquele posto fronteiriço.

A informação foi avançada, na quinta-feira (26), na habitual conferência de imprensa, pelo Porta-voz do Serviço Nacional de Migração, Celestino Matsinhe.

Ainda na semana em análise o posto de travessia de Ressano Garcia recusou a entrada no país de 6 cidadãos estrangeiros por diversas irregularidades, conforme explica o porta-voz do SENAMI, Celestino Matsinhe.

Na semana finda, Duzentos e noventa e sete cidadãos nacionais foram deportados da África do Sul para Moçambique por migração ilegal e cometimento de vários crimes naquele país vizinho.