A Renamo diz que não vai dialogar com a Junta Militar, apesar da trégua de uma semana decretada pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, para dar lugar a uma aproximação entre as partes.

 Segundo o porta-voz do partido, José Manteiga, devido as recorrentes ameaças de Mariano Nhongo contra a integridade de Ossufo Momade, a Renamo entende que não há condições para o diálogo.

José Manteigas falava, na quinta-feira (29), em conferência de Imprensa, em Maputo.

Para a Renamo, os actos praticados pela Junta Militar põe em causa a segurança do estado,, sendo responsabilidade deste, repor a ordem.

Contudo, a Renamo saúda o Presidente da República pela decretação da trégua de uma semana, considerando que a mesma tem um poder persuasivo para chamar a razão aos integrantes da Junta Militar.