O Presidente da República, Filipe Nyusi, recebeu na quarta-feira (21), o Presidente da Renamo, Ossufo Momade, no quadro das consultas regulares em torno do processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR) e outros assuntos.

Um comunicado da Presidência da República enviado a nossa redacção, refere que durante o encontro, foi constatado que 25% do universo de guerrilheiros da Renamo beneficiários do processo de DDR já foi desmobilizado e reintegrado.

Acolheram com muita satisfação a informação que dá conta que as bases da Renamo em Inhaminga, Cheringoma e Marínguè, estarão fechadas até o dia 21 de Outubro.

No encontro, além de condenar os ataques à população inocente no Centro do país, o Chefe do Estado e o Presidente da Renamo, decidiram averiguar os relatos sobre as alegadas perseguições, sequestros e assassinatos de membros da Renamo, através de uma equipa conjunta.

O Chefe do Estado e o Presidente da Renamo renovaram o seu compromisso de prosseguir com o processo de DDR, dentro dos prazos estabelecidos.