Os catorze clubes com direito de disputar o Campeonato Nacional de Futebol, “Moçambola”, edição 2020, só aceitam participar na prova mediante financiamento para o pagamento de determinadas despesas, sobretudo de alojamento e alimentação.

A posição foi defendida ontem durante a reunião com a Direcção da Liga Moçambicana de Futebol (LMF) para avaliar as possibilidades de arranque da prova face à pandemia da Covid-19.

No encontro os clubes foram unânimes em considerar que estão sem meios financeiros para suportar a prova e já experimentam dificuldades para continuar a pagar os salários dos atletas.