Três pessoas morreram, na madrugada desta sexta-feira, na cidade da Matola, província de Maputo, em consequência de um choque entre carros. O excesso de velocidade e a tentativa de ultrapassagem irregular são apontados pela Polícia da República de Moçambique (PRM) como prováveis causas do acidente.

Envolveram-se no acidente, ocorrido por volta das 4h30, uma viatura ligeira e outra pesada que carregava inertes.

Os dois carros seguiam o mesmo sentido, Moamba/cidade da Matola. Chegados a um entroncamento conhecido por “ Tricamo”, na Estrada Nacional número quatro (EN4), o condutor da viatura ligeira ensaiou uma ultrapassagem ao camião e embateu violentamente na parte traseira do mesmo.

Duas pessoas perderam a vida no local do sinistro. O terceiro ocupante – o motorista – perdeu a vida no Hospital Central de Maputo, para onde tinha sido socorrido.

O motorista da mesma viatura, Martinho Dinis, contou ao “O País” que, de repente, ouviu um estrondo e imediatamente imobilizou o camião. “Vi o carro [ligeiro] em baixo” do camião. “Recuei para ver se conseguia aliviar” e permitir que as vítimas fossem socorridas, mas essa tarefa não foi fácil.

“Nesse momento, ouvi uma voz que pedia socorro, era o motorista que ainda estava vivo. Apareceu um colega que tentou ajudar, mas os dois ocupantes do carro já estavam mortos”, disse a fonte.

O chefe do Departamento de Relações Públicas do Comando da PRM na província de Maputo, Juarce Martins, disse que houve poucos danos no veículo pesado.