As cidades de Maputo e Matola vão se beneficiar do projecto Alimentando a Esperança, este Projecto prevê abranger cerca de 3000 famílias onde cada vai receber uma cesta básica de produtos de primeira necessidade, incluindo produtos de higiene e máscaras de protecção contra coronavírus.

Segundo o Director do projecto Alimentando a Esperança, Xavier Nhaule, as famílias abrangidas pela iniciativa vão receber 2Kg de Farinha de Milho, 2Kg de Açucar, 5 barras de sabão, máscaras de preotecção, 10Kg de Arroz e 2 litros de óleo cada. Para a realização deste desejo os mesmos ainda encontram se na busca de mais parceiros.

A fonte referiu que neste momento em que o mundo e Moçambique em particular estão a ser assolados pela Covid-19, os movimentos de apoio directo às famílias devem crescer e existir para à semelhança do ALIMENTANDO ESPERANÇA minimizar a propagação da doença, auxiliando as pessoas mais vulneráveis, com alimentos e kits de higiene pessoal. 

“Neste sentido, movidos pelo espírito de solidariedade, um grupo de voluntários se uniu com algumas entidades de modo a responder a esta pandemia na busca de soluções imediatas que possam aliviar a população carente e sem fonte de renda na comunidade, que vai beneficiar numa primeira fase os distritos Municipais da cidade de Maputo e da Matola”, revelou Xavier. 

O Director do Projecto Alimentando a Esperança, avançou que as actividades de recolha e distribuição serão realizadas pelos voluntários em parceria com as Administrações Distritais, Autoridades Comunitárias, Estruturas da Igreja e dos Bairros, de modo a facilitar a identificação, localização e alocação de produtos às famílias carenciadas, sendo pontos primários as Cidade de Maputo e Matola.