Foram momentos de agonia, morte e destruição que, finalmente, parecem chegar ao fim na Austrália. Pelo Twitter, nessa quinta-feira (13), o NSW Rural Fire Service afirmou que todos os incêndios em Nova Gales do Sul (NSW), região mais assolada pelo fogo, estão contidos pela primeira vez durante o “verão infernal”. Ainda há alguns focos em outras regiões do país, mas também em fase de controle.

As equipes de bombeiros, que trabalham há meses no combate às chamas, descrevem a temporada como “traumática e desgastante”. “No que tem sido uma temporada de incêndios florestais muito traumática e exaustiva até agora, pela primeira vez nesta temporada todos os incêndios de mata e grama em NSW agora estão contidos. Foi preciso muito trabalho dos bombeiros, serviços de emergência e comunidades para chegar a esse ponto”, escreveu a corporação no microblog.

Eram registrados 24 focos de incêndios, todos ao Sul de Sydney, mas que foram controlados.

Além do trabalho de bombeiros, voluntários e moradores, a ajuda também veio do céu. As fortes chuvas no fim de semana passado fizeram partes do estado, registraram mais de 300mm em 48 horas ao longo da costa.

Chamas e inundações

As baixas chuvas na costa Leste geraram inundações generalizadas, causando danos em vários pontos, mas apagaram 30 incêndios no fim de semana, revelou o RFS no início desta semana.

O incêndio na Lindfield Road – que queimava a região de Port Macquarie por 210 dias – foi extinto na quarta-feira (12), depois de queimar 858 hectares, dos quais 400 eram subterrâneos.

Segundo o jornal Daily Mail, o incêndio de Currowan na região de Shoalhaven foi extinto na noite de sábado (15), após 74 dias de queima e destruição de 312 casas.

Os incêndios nas áreas de Snowy Valley e Monaro foram os últimos a serem controlados, na quinta-feira (12).

“Todos os incêndios estão contidos e agora podemos realmente focar em ajudar as pessoas a reconstruírem suas vidas”, disse o vice-comissário da RFS Rob Rogers.

Nova Gales do Sul registrou mais de 11 mil incêndios desde o início dos incêndios, com mais de 5,4 milhões de hectares queimados.

Cerca de 2.400 casas foram destruídas e 25 vidas perdidas desde Setembro do ano passado. A Austrália viveu momentos apocalípticos, quando mais de um bilhão de animais perderam a vida no fogo.

Metrópoles