Destaque Idoso acusado de prática de feitiçaria com recurso a crocodilos em Manica

Idoso acusado de prática de feitiçaria com recurso a crocodilos em Manica

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

Centenas de cidadãos do povoado de Magueba, no posto administrativo de Dombe, em Sussundenga, província de Manica, destruíram uma residência de um idoso suspeito de prática de feitiçaria com recurso a crocodilos, no rio Lucite.

As comunidades de Magueba contam que de Janeiro a esta parte duas crianças foram atacadas mortalmente por crocodilos e outras três pessoas ficaram gravemente feridas no rio Lucite, após promessas de morte pelo idoso.

Além da destruição total da residência, as cerca de mil quinhentas pessoas expulsaram o idoso da região de Magueba, encontrando-se actualmente sob protecção da Polícia da República de Moçambique, em Dombe.

O último registo de morte por ataque por crocodilo foi na semana finda.

A Rádio Moçambique ouviu o idoso suspeito de feitiçaria que nega as acusações considerando-as de boato da comunidade.

Por temer actos que possam perigar a vida do indiciado, o chefe do posto administrativo de Dombe, Tomás Razão, procurou protecção para o idoso e desencoraja as comunidades a praticarem justiça pelas próprias mãos.

Neste momento, as autoridades administrativas procuram novo lugar para a fixação da residência do idoso, temendo pela fúria da população de Magueba, em Sussundenga.

Jornal Notícias