O Conselho Cristão de Moçambique apela que Governo moçambicano se pronuncie sobre os ataques contra moçambicanos na África do Sul. O grupo de igrejas diz ser preocupante o silêncio do executivo moçambicano.

“O silêncio que se manifesta no meio do nosso Governo em relação a esta matéria cria grande preocupação aos cidadãos, é por isso que começamos a ver estes focos de que falamos a respeito. Precisamos de ver o nosso governo a fazer uma planificação, a ações que podem fazer o governo sul-africano a tomar seriedade”, apelou Dinis Matsolo do Conselho Cristão.

Mais do que isso, o Conselho Cristão já está em contacto com outras igrejas sul- africanas, no sentido destes persuadirem o executivo sul-africano a tomar ações concretas para pôr termo a onda de violências.

“Apelamos o Governo para fazer mais, a questão da educação é uma questão de sistemas, a África do sul deve educar o seu povo”, acrescentou Matsolo.

O Conselho Cristão de Moçambique, apelou ainda aos moçambicanos a não enveredar por via de retaliações, condenando os actos que têm vindo a acontecer ao longo da Estrada Nacional Número 4.

O País