O Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique já accionou as Forças de Defesa e Segurança para seguir pistas, de modo a alcançar e responsabilizar os autores dos ataques a viaturas ocorridos, na zona de Zimpinga, distrito de Gondola, província de Manica.

Outros ataques em diligências das autoridades registaram-se sábado, no distrito de Malema, em Nampula e em Sofala, na passada segunda-feira.

Segundo Orlando Mudumane, porta-voz da polícia no comando-geral, a corporação está preocupada com a ocorrência de ataques a civis nas regiões centro e norte do país, crimes, que são considerados condenáveis pelas autoridades da Lei e Ordem.

As autoridades policiais estão ao encalço dos autores dos ataques ocorridos, ontem, em Zimpinga, em Manica, outro na província de Sofala e no distrito de Malema, em Nampula.

“Neste momento, está garantida a circulação nas estradas do país, também está reforçada a segurança e temos equipas no terreno, a perseguir os grupos de malfeitores, para que possam ser responsabilizados pelos seus actos criminais”, afirmou o porta-voz, falando a imprensa na capital do país.

Seja quem for, o autor dos ataques, que ocorreram na região centro e norte do país, está sendo perseguido pelas Forças de Defesa e Segurança, de modo a responsabilizá-lo, esclareceu Mudumane.

A fonte esclareceu, que a situação de segurança está estabelecida, o movimento de viaturas é normal e a polícia está a reforçar a sua presença nos locais susceptíveis a ataques destes grupos de criminosos.

Os ataques ocorridos, ontem, provocaram feridos ligeiros e danos em duas viaturas de longo curso, enquanto em Malema um automobilista foi morto, durante a incursão destes grupos de supostos criminosos.

Jornal Notícias