O jovem Alexander Kondratyuk, de 24 anos, está sendo investigado após se casar com uma prima, de 81 anos, na Ucrânia. De acordo com a polícia, o rapaz é suspeito de oficializar a união com Zinaida Illarionovna para escapar do serviço militar.

Segundo relato dos vizinhos do casal, Alexander nunca foi visto na casa de Zinaida, que é deficiente. Por causa da condição da esposa, o investigado conseguiria anular seu alistamento no exército.

Conforme o jornal Extra, Alexander nega as acusações e afirma ter despertado “forte afeição” pela prima, 57 anos mais velha. À imprensa local, Zinaide contou que o rapaz “é um bom marido” e que cuida bem dela.

O comandante do recrutamento na região de Vinnitsa, Aleksandr Danilyuk, confirmou que Alexander foi dispensado do serviço militar após apresentar a certidão de casamento. O caso segue em aberto.

Metrópoles