A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula deteve um cidadão de 60 anos de idade acusado de ter burlado mais de duzentas pessoas aquém cobrava dinheiro com promessas de emprego.

Na posse do detido foram apreendidos diferentes documentos exigidos para a alegada admissão.

As vítimas entre homens e mulheres dirigiram-se a terceira esquadra da polícia da República de Moçambique em Nampula, onde foi conduzido o cidadão acusado de ludibriar os cidadãos.

A PRM apela a população a evitar meios fraudulentos para conseguir emprego.

O País