O Instituto de Gestão de Participações do Estado (Igepe), entidade que gere as participações do Estado moçambicano, colocou à venda a Empresa Estatal de Importação e Distribuição de Medicamentos (Medimoc), anunciou aquela instituição.

Em anúncio de concurso público, que divulgou o Igepe refere que pretende alienar a Medimoc a uma entidade nacional ou estrangeira, técnica e financeiramente capaz de dar continuidade ao negócio da empresa, lê-se no anúncio.

O Igepe procura concorrentes que já tenham realizado negócios similares e com capacidade técnica e financeira comprovada.

O anúncio não refere o preço de venda da companhia estatal de medicamentos.

A Medimoc é uma sociedade anónima com capital social de 59 milhões de meticais (867 mil euros) e com três delegações nas cidades de Maputo, sul, Beira, centro, e Nampula norte.

O Estado moçambicano detém 65% da empresa e a Midigest, que representa os gestores, técnicos e trabalhadores, têm os restantes 35%.

Segundo o instituto, a alienação da Medimoc enquadra-se na reestruturação do sector empresarial do Estado, visando o saneamento financeiro das companhias estatais, muitas das quais se encontram estagnadas.

Lusa