A Frelimo acredita que vai vencer as eleições de 15 de Outubro próximo, na província de Maputo. O partido submeteu ontem a candidatura às provinciais.

Membros e simpatizantes do partido coloriram com o vermelho, ao que designam de “onda vermelha”, as avenidas da cidade da Matola, na manhã desta segunda-feira, numa marcha que foi desaguar na sede do comité da cidade.

Com cânticos e danças, o regozijo era pelo depósito da candidatura às eleições provinciais, das quais a Frelimo na província de Maputo acredita que será vencedora, elegendo Júlio Parruque para governador.

“Nos começamos há muito tempo a fazer o nosso trabalho preparatório. O nosso segredo está na organização. A vitória prepara-se, organiza-se. Temos a certeza que vamos ganhar”. Disse Avelino Pinto Muchine, secretário provincial da Frelimo, na província de Maputo.

O actual governador da província de Maputo, Raimundo Diomba, é outro homem confiante que expressou certeza na vitória do seu partido, acreditando que Parruque será o próximo chefe do executivo da província. “Sem dúvidas” afirmou, em curtas linhas, Raimundo Diomba.

Entre os partidos com assento no parlamento, para as eleições provinciais da província de Maputo, Júlio Parruque encabeça a lista da Frelimo, contra António Muchanga da Renamo e Augusto Pelembe do MDM. Província de Maputo, onde se espera um nível de competitividade elevado nas eleições de 15 de Outubro, a contar pelos cabeças-de-lista dos três maiores partidos.

O País