Há farmácias que funcionam à margem da Lei na cidade de Maputo. Em 2018, a Direcção de Saúde da Cidade de Maputo inspeccionou 79 farmácias de um total de 237 existentes.

Desse número, 17 foram multadas por diversas infracções como especulação de preços, falta de pessoal qualificado, bem como comercialização de medicamentos fora de prazo e de proveniência duvidosa.

Segundo a Direcção de Saúde estas irregularidades são prejudiciais para a saúde dos consumidores e avança que já tem 13 processos na PGR por incumprimento da lei.

Numa das farmácias escaladas, a nossa equipa de reportagem deparou-se com o aparelho de ar condicionado desligado. Notando a nossa presença, a técnica de farmácia que estava no local fechou as janelas, procurou pelo remonte e rapidamente ligou o aparelho, numa clara demonstração de que tinha noção que estava a agir à margem das normas.

Se no centro da cidade o cenário é este, a situação agudiza-se nas zonas de expansão. Numa outra farmácia, o a condicionado também estava desligado e quem atende uma jovem sem bata, que de seguida chama a técnica de farmácia.

O País