Idoso de 62 anos de idade está detido no comando distrital de Boane indiciado de tráfico e tentativa de venda do seu cunhado por apenas três milhões de meticais.

De acordo com o porta-voz da polícia da República de Moçambique na província de Maputo Fernando Manhiça, o caso deu–se na passada quinta feira quando o indiciado enganou a sua vítima, que por sinal é seu cunhado de 22 anos de idade, prometendo lhe emprego na cidade de Maputo.

Impressionado com o bom gesto do cunhado, a vítima que não foi possível apurar a sua identidade saio da província da Zambézia para a capital moçambicano a busca de melhores condições de vida. O que não sabia é que fazia parte de negócios ilícitos do seu cunhado que hoje está nas mãos da polícia.

O Indiciado que é também pai de seis filhos, diz não saber ao certo de onde veio a coragem e suspeita que tenha mãos espíritos.

“Estou aqui há dez anos e nunca vendi nem uma galinha. O diabo mesmo me entrou”, disse o indiciado.

A polícia da República de Moçambique diz que já foi aberto um auto e o indiciado poderá ser responsabilizado criminalmente caso se prove o seu envolvimento.

Ainda no comando distrital de Boane está um jovem indiciado de assaltos a mão armado em estabelecimentos comerciais.

Dos envolvidos neste último crime a PRM diz que dois membros do grupo estão foragidos e continua no encalço dos mesmos para sua responsabilização criminal.

O País