Nas proximidades do cemitério de Michafutene, cinco pessoas foram mortas a tiro na noite de quinta-feira. Trata-se de criminosos que supostamente se dedicavam a sequestros e assaltos a mão-armada.

Os corpos foram removidos ainda na noite de ontem, mas no local ainda eram visíveis alguns vestígios do crime, como cápsulas de balas, sangue e até partes de carne humana.

Testemunhas que aceitaram falar em anonimato descreveram um cenário de guerra e contaram que esta não é a primeira vez que o bairro Agostinho Neto é sacudido por tiros durante a noite.

A Polícia na província de Maputo confirmou o assassinato de cinco supostos criminosos, mas diz que o mesmo teria acontecido após uma troca de tiros entre duas quadrilhas.

A nossa reportagem apurou de fontes não oficiais que os cinco supostos criminosos seriam fugitivos da cadeia de máxima segurança, vulgarmente conhecida por BO. Sobre o assunto, a PRM diz que ainda está a investigar para apurar a identidade das vítimas.

Os cinco corpos foram removidos na noite de quinta-feira para a morgue do Hospital Provincial da Matola.

O País