Um bebé de dois meses de vida morreu asfixiado pela própria mãe, supostamente bêbada, na madrugada de sábado (24), na cidade de Inhambane.

A mulher, acusada de infanticídio, está a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM), naquele ponto do país.

O infortúnio ocorreu no bairro Muelé e o óbito foi descoberto pela própria indiciada por volta das 04h00 da manhã. Ela disse ao marido que o bebé não aparentava ter os sinais vitais e não percebia o que é que esta estava a acontecer.

Segundo a Polícia da República de Moçambique (PRM), na sexta-feira (23), o casal esteve e beber até altas horas da noite em casa dos pais da mulher acusada. No regresso, o homem deixou a família em casa e foi continuar a bebedeira algures.

Folha de Maputo