O Presidente da República, Filipe Nyusi, na qualidade de Comandante-Chefe das Forças de Defesa e Segurança, determinou ontem, através de Despacho Presidencial, a passagem à reserva do Brigadeiro Elias Macacho Marceta Dlhakama.

Um comunicado de imprensa da Presidência da República enviado para a FOLHA DE MAPUTO diz que a decisão de Nyusi surge em resposta ao pedido expresso pelo próprio visado.

O Brigadeiro Elias Dlhakama era desde Fevereiro de 2015 Comandante do Comando de Reservistas.

Mestrado numa das instituições de ensino superior no país, Elias Dlhakama, irmão mais novo do falecido líder da Renamo, Afonso Macacho Marceta Dhlakama, foi promovido em Setembro de 2015 da patente de Coronel, para Brigadeiro das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM).

Este pedido surge dias depois de ter circulado uma informação, segundo a qual, Elias Dhlakama pretende concorrer para a liderança da Renamo.

Folha de Maputo