Vinte e cinco agentes do Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) acabam de ser formados em Manica em diversas matérias criminais. Pretende-se com a formação, muni-los de conhecimentos para que possam conduzir investigações e esclarecimento célere de eventos criminais.

Trata-se do primeiro curso de reciclagem em investigação criminal, onde durante os últimos três meses os agentes de Serviço Nacional de Investigação Criminal baseados em Manica foram munidos de várias matérias, com destaque para Noções fundamentais de Direito, entrevista e interrogatório, inteligência criminal, direito processual penal, direito criminal entre outras matérias.

O Director Nacional Adjunto do SERNIC que discursava no encerramento do referido curso, instou aos agentes a desdobrarem suas acções para o combate cerrado à criminalidade ao mesmo tempo que os apelou a afastarem-se da corrupção.

O País