Um total de 24.113.877,15 meticais de multas aplicadas a 463 agentes económicos, dos 5.626 estabelecimentos fiscalizados, 49 unidades económicas encerradas é o balanço das actividades desenvolvidas durante o primeiro trimestre, pela Inspecção Nacional de Actividades Económicas (INAE).

A informação foi facultada na manhã de hoje, por Virgínia Muianga, porta-voz da INAE, durante uma conferência de imprensa que serviu para a apresentação dos resultados das acções realizadas pela instituição na fiscalização do cumprimento das regras básicas para o exercício de actividades económicas, durante o primeiro trimestre deste ano.

Muianga anunciou que a INAE fiscalizou em todo o território nacional 5.626 estabelecimentos, contrariamente aos 4000 previstos. Destes 463 foram multados por violação à legislação em vigor que rege o exercício das actividades comerciais no país.

A fonte disse que a penalização somou um total de 24.113.877,15 meticais e deste valor apenas 2.260.448,38 meticais já foram pagos.

No mesmo período a Inspecção Nacional destruiu 55 toneladas de enchidos de frango, por suspeita de estarem contaminados com a bactéria que provoca a listeriose.

Durante os trabalhos, resultou ainda na apreensão e destruição de produtos fora do prazo equivalentes ao valor de 5.885.282,70 meticais.

Jornal Notícias