A Polícia da República de Moçambique (PRM), assegurou que nunca foram abandonadas as investigações sobre o desaparecimento de um empresário português, na província de Sofala, no ano passado.

Neste momento, não podemos avançar nada. Esperamos por informações da equipa (destacada para a investigação) no terreno“, disse Inácio Dina, citado pela Lusa.

O porta-voz do Comando-Geral da PRM, a corporação nunca abandonou o caso e continua empenhada em saber o que aconteceu ao empresário de nacionalidade portuguesa.

Em nenhum momento, a polícia vergou, as investigações continuam“, sublinhou o porta-voz do Comando-Geral da PRM.

O empresário foi raptado no final de Julho do ano passado no distrito de Gorongosa, província de Sofala e até ao momento não há informações sobre o seu paradeiro.

Folha de Maputo