Uma quadrilha de quatro indivíduos, liderada por um membro da Polícia da República de Moçambique (PRM) foi neutralizada em Niassa, quando tentava assaltar, à mão armada, uma viatura que transportava cigarros e valor não quantificado.

De acordo com o porta-voz da PRM em Nampula, Zacarias Nacute, o líder da quadrilha é um agente da corporação afecto à quarta esquadra naquela província, onde trabalhava há 13 anos.Segundo conta Nacute, os indiciados iniciaram uma perseguição à viatura em questão, quando saía de Nampula em direcção a Niassa.

Chegados ao distrito de Mandimba, em Niassa, este grupo de meliantes acabou efectuando alguns disparos contra a viatura, porém o motorista acabou conseguindo escapar do tiroteio, tendo solicitado a polícia que veio a intervir. Com trabalho realizado, foi possível constar que o membro da polícia tratava-se de um efectivo da província de Nampula”, contou o porta-voz.

A arma usada para efectuar os disparos pertence à PRM em Nampula, revelou Nacute, acrescentando que o agente tem um processo criminal em Niassa e em Nampula vai enfrentar um processo disciplinar que poderá culminar com a sua expulsão da corporação. A PRM em Nampula distancia-se desta acção advertindo que será contundente a actos criminais que envolvam membros da corporação.

O País