Estão detidos dois indivíduos por tentativa de rapto de uma menor albina, de cinco anos de idade, com o intento de retirar o seu cabelo para fins obscuros, mas, graças a intervenção da população o rapto não foi consumado.

O causo deu-se em Nacala-porto, na zona residencial de Locone, quando dois indivíduos, por cinco mil meticais, tentaram extrair o cabelo da menor para, segundo os raptores, efeitos de cura de uma criança recém nascida com problemas de fazer necessidades biológicas.

“O nosso amigo Tomás, que não está aqui é que procurou-nos para arranjar esse tipo de cabelo a fim de entregá-lo a um curandeiro com o objectivo de tratar essa criança”, contaram os raptores detidos no posto policial de Mocone.

Refira-se que este não é o primeiro caso que se dá naquela cidade turística, de jovens que cometem crimes para fins de obscurantismo em troca de dinheiro.