Foi cantando “Hossanas” e empunhando ramos de palmeiras que os cristãos recordaram ontem o momento em que Jesus Cristo entrou em Jerusalém, após 40 dias em retiro no deserto.

Era assim assinalada a celebração do Domingo de Ramos, que segundo as escrituras sagradas marca o término da quaresma e os cristãos iniciam a caminhada final para a Páscoa, uma das festas mais importantes do calendário litúrgico, que será assinalada no próximo domingo.

Neste contexto, as paróquias moçambicanas disseminaram mensagens de reforço à paz e fraternidade, exaltando a amizade, solidariedade e renovação entre irmãos apelando e apelando a união face aos vários desafios que a sociedade abraça.

Aos jovens lançado o apelo de viverem na fé para que assumam a responsabilidade de servir ao próximo, dedicando-se na construção do bem comum.