Pelo menos 25 pessoas morreram devido aos acidentes de viação registados em diversas estradas de todo o território nacional.

Estes dados foram divulgados, na terça-feira, em Maputo, pelo comando-geral da PRM durante a habitual sessão de informação semanal com os órgãos de comunicação social nacional e estrangeira.

As 25 vítimas mortais, segundo o porta-voz do comando-geral, Pedro Cossa, fazem parte dum universo de 38 casos de acidentes de viação, registados durante o referido período.

Pedro Cossa referiu ainda que os 38 acidentes resultaram também no ferimento grave de 18 pessoas e em 10 feridos ligeiros.

A falta de observância das regras de trânsito por parte de alguns automobilistas que conduzem nas estradas moçambicanas bem como o mau estado mecânico da maioria das viaturas que circulam no país são apontados pelo porta-voz do comando-geral da PRM como as principais causas do derramamento de sangue nas estradas moçambicanas.

Por causa disso, a PRM apela a todos os automobilistas e peões em geral no sentido de respeitarem ao máximo as regras de trânsito, para evitar a morte de mais pessoas nas estradas no país.

Na semana passada, morreram em todo o país 45 pessoas por causa dos acidentes de viação, o que torna os mesmos na principal causa de mortalidade em Moçambique.