É, no mínimo, um caso caricato quanto misterioso. A vila sede do distrito de Mabalane, na província de Gaza, acordou num clima de incredulidade com comentários a todos os níveis. É que um menor de oito anos de idade, portador de deficiência auditiva e de fala, “perdeu” o sexo enquanto dormia na noite da passada sexta-feira, dia 15 de Novembro. Quando acordou para urinar, na companhia da mãe, o rapaz já não tinha o “material”, para o espanto da mãe.

O caso já está na Polícia. O porta-voz do Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM), Jeremias Langa, disse ao Canalmoz que os resultados médicos supõem que o sexo tenha sido cortado por um animal que não foi possível identificar.

De acordo com Jeremias Langa, em depoimentos à Polícia, a mãe do menor do sexo masculino ainda com vida declarou que descobriu que o seu filho não tinha sexo durante a madrugada quando queria levá-lo a urinar.

Apesar dos resultados hospitalares, que referem ter sido um animal que mordeu o sexo do menor, o porta-voz da PRM em Gaza garantiu que investigações decorrem para apurar se houve ou não outra causa desse caso inédito.

Detidos supostos caçadores furtivos

Ainda na semana passada, na província de Gaza, um grupo de três indivíduos foi detido no Shonguile Game Park, distrito de Massingir, na posse de uma arma de fogo do tipo Mauser.

Segundo o porta-voz Jeremias Langa, dois dos três faziam-se transportar numa viatura de marca Hyundai quando foram surpreendidos. A Polícia supõe que os mesmos iam à caça furtiva porque durante o interrogatório declararam que a arma que estava na posse deles era pertença de um amigo.

A Polícia diz que quando obrigados a indicar o referido amigo dono da arma, este teria tentado subornar a Polícia com um valor de 100 mil meticais. Os três foram imediatamente detidos.

Assalto com recurso à pistola

Também em Gaza, concretamente na zona de Ngulelene, posto administrativo de Chicumbane, distrito de Xai-Xai, na quinta-feira da semana passada, dois indivíduos interceptaram três cidadãos que se faziam transportar numa viatura de marca Hilux cor branca, idos da África do Sul para Zavala, na província de Inhambane, e apoderaram-se do carro.

O porta-voz da PRM em Gaza disse que o assalto, que foi possível com recurso a uma arma de fogo do tipo pistola, ocorreu quando as três pessoas que iam a bordo da viatura desceram para urinar.

Contudo a Polícia refere que recuperou a viatura na sexta-feira, ou seja, no dia seguinte, mas com características diferentes, dado que quando foi roubada tinha a cor branca e foi recuperada com uma outra cor, azul, e outra matrícula.