Grupo De Mukheristas Deve Pagar 1 Milhão De Meticais Para Recuperar Os Seus Produtos
Um grupo de mukheristas vai ter que pagar um milhão de meticais para recuperar as suas mercadorias junto das Alfândegas de Moçambique. Entretanto, as proprietárias da mercadoria dizem-se injustiçadas, porque o valor dos produtos em causa é avaliado em cerca de cem mil meticais.

Trata-se de 187 caixas de cerveja contrabandeadas e que foram apreendidas pelas Alfândegas, no passado dia 30 de Agosto, em Malhampsene, província de Maputo. A mercadoria foi transportada num camião registado na África do Sul, e neste momento encontra-se precisamente naquele país, em virtude de o mesmo já ter sido reclamado pelos proprietários.

Entretanto, para reaverem os seus bens, foi exigida pelo tribunal aduaneiro uma multa de 200 mil meticais, mas, quando foram liquidar o valor, o tribunal exigiu que deviam pagar mais um milhão de meticais. “O nosso produto encontrava-se dentro de um camião sul-africano e o mesmo foi apreendido pelas alfândegas. Passados alguns dias, o camião foi solto e nós fomos até às alfândegas para recuperar a cerveja. Na ocasião, disseram que devíamos pagar cem mil meticais para recuperar a mercadoria, e como não tínhamos, pagámos cinquenta e quatro mil meticais.