Uma câmara frigorífica com capacidade para 180 toneladas está a ser construída no Mercado Grossista do Zimpeto, o principal fornecedor de produtos frescos à cidade e província de Maputo.
Mercado do Zimpeto terá câmara frigorífica industria

A iniciativa, que visa a conservação destes produtos, é do Conselho Municipal de Maputo com o financiamento do Centro de Promoção da Agricultura (CEPAGRI) e surge na perspectiva de evitar a escassez de determinado tipo de produtos e consequente especulação de preços, nas épocas de muita procura.

A construção desta infra-estrutura arrancou no mês passado, devendo estar concluída até finais do próximo, segundo disse Moisés Covane, administrador daquele mercado. Ainda de acordo com a fonte, a ideia é evitar que durante a quadra festiva, por exemplo, haja escassez de produtos como tomate porque a produção está paralisada na origem ou então porque a procura aumentou.

A câmara terá uma capacidade para guardar produtos durante um período de seis meses sem, no entanto, alterar as suas propriedades e qualidades.

A gestão da câmara frigorífica estará sob gestão do município, entidade que construiu e gere há pouco mais de cinco anos aquele mercado, construído para albergar importadores e vendedores grossistas da cidade de Maputo e não só.

A ideia da instalação de uma câmara frigorífica foi projectada no ano 2010 para conferir um maior período de conservação aos produtos frescos vendidos no Mercado Grossista do Zimpeto.

Numa primeira fase, esta infra-estrutura vai servir para a conservação de tomate, com a possibilidade de extensão para outros produtos tais como batata, pretendo-se ainda que venha a ser dotado de outros serviços, incluindo lavagem, ensaque e conservação…