Governo precisa de 150 milhões USD para adquirir carteiras escolares
O governo precisa de 150 milhões de dólares para solucionar, por definitivo, o problema da falta de carteiras escolares. Para isso, o Ministério da Educação já está a desenhar estratégias para minimizar a situação.

O Ministério da Educação diz que o número de alunos que se matriculam, anualmente, está acima das carteiras existentes, o que coloca muitas crianças a estudarem sentadas no chão.

A solução já foi encontrada, mas falta dinheiro para comprar mais de um milhão de carteiras: “O problema de carteiras não é o único no sistema de educação, e estamos atentos a este fenómeno. Sentimos que em cada ano há crianças com idade escolar a ingressarem, e isto, de alguma forma, vai criar enchentes nas escolas. Fizemos um trabalho de levantamento do nível do défice de carteiras e descobrimos que precisamos de mais um milhão de carteiras para colocarmos todos os alunos do país a estudarem sentados em carteiras, uma coisa como 150 milhões de dólares norte-americanos”, esclareceu Eugénio Maposse.

O Ministério da Educação estuda parcerias de financiamento e quer que o projecto seja desenvolvido por empresas nacionais e internacionais mediante concurso público.