Destaque Moçambique doa alimentos às vítimas das cheias em Kwazulu Natal

Moçambique doa alimentos às vítimas das cheias em Kwazulu Natal

O Governo moçambicano doou ontem, 42 toneladas de produtos alimentares diversos às vítimas das cheias em Kwazulu Natal, na África do Sul, num gesto de solidariedade para com o povo do país vizinho.

A diretora-geral do Instituto Nacional de Gestão de Desastres (INGD) de Moçambique, Luísa Meque, disse, em declarações à emissora pública Rádio Moçambique, que o executivo doou 20 toneladas de massa esparguete, 10 de arroz, igual número de farinha de milho e dois de açúcar.

“Nós estamos aqui para demonstrar a nossa solidariedade, é uma singela amostra de que não queríamos ficar distantes”, afirmou Meque.

O gesto, prosseguiu, é prova da irmandade entre os povos moçambicano e sul-africano.

A ministra dos Assuntos Corporativos e Tradicionais da África do Sul, Nkosazana Dlamini Zuma, agradeceu a oferta, assinalando que a ajuda traduz a histórica fraternidade entre os dois países e povos.

“É a prova de que não é preciso ter muito para ajudar”, afirmou Zuma.

Moçambique é normalmente um país recetor de ajuda internacional, devido à devastação ciclicamente provocada por calamidades naturais e guerras, mas doa simbolicamente ajuda a outros países, sobretudo da África Austral, quando são assolados por catástrofes.

As inundações em Kwazulu Natal provocaram mortes e destruição de infraestruturas públicas e privadas.

Artigo anteriorBélgica pede desculpa à família de Patrice Lumumba
Próximo artigoNyusi apela sector da Saúde a acabar com as cobranças ilícitas e mau atendimento