Início Politica Deslocados em Niassa já regressaram às zonas de origem

Deslocados em Niassa já regressaram às zonas de origem

O secretário de Estado do Niassa, Dinis Vilanculos,vssegurou que “toda a população deslocada” devido aos ataques armados no distrito de Mecula já regressou às suas zonas de origem e vive num “ambiente calmo”.

“Toda a população deslocada que se encontrava na sede distrital de Mecula já retornou às suas zonas de origem e neste momento vive num ambiente relativamente calmo”, disse esta quinta-feira (12.05) Dinis Vilanculos, citado pela DW, durante uma cerimónia de entrega de viaturas à Polícia da República de Moçambique.

Para o secretário de Estado, a “entrega” e a forma “valente” com que as forças de defesa combateram os insurgentes em Mecula foi importante para o regresso dos 3.700 habitantes que tinham fugido devido aos ataques registados na região entre dezembro e janeiro.

Mecula foi palco de ataques de grupos armados que o Governo moçambicano assume que fugiram da província vizinha de Cabo Delgado, onde forças moçambicanas e internacionais têm colocado os insurgentes sob pressão.

No dia 19 de abril, a Reserva Especial do Niassa anunciou a retoma de atividades turísticas, depois de terem sido suspensas devido a violência armada, que causou a morte de um fiscal da área de conservação.

Artigo anteriorHomem morre de ataque cardíaco enquanto enterrava mulher que estrangulou
Próximo artigoUNICEF alerta que mais de 18 milhões de crianças não vão à escola na Nigéria