Início Destaque Homem australiano foi impedido de deixar Israel durante oito mil anos por...

Homem australiano foi impedido de deixar Israel durante oito mil anos por dever a ex-mulher

Em causa está o pagamento de 2,1 milhões de euros de pensão de alimentos que tem em dívida para com a ex-mulher.

Um australiano foi proibido de sair de Israel nos próximos 8 mil anos se não pagar os 2,1 milhões de euros de pensão de alimentos que tem em dívida para com a ex-mulher, de nacionalidade israelita. “Estou preso em Israel desde 2013”, diz Noam Huppert.

O tribunal deliberou que ele deve pagar à ex-mulher uma pensão mensal de 1425 euros por cada um dos dois filhos até fazerem 18 anos e proibiu-o de sair do país até 9999 enquanto não o fizer.

FONTECM
Artigo anteriorEUA registrou recorde de casos diários da variante ômicron em 24h
Próximo artigoExistem 244 presos políticos e mais de 9.000 pessoas detidas arbitrariamente na Venezuela