Início Internacional Prateleiras dos supermercados andam às moscas no Reino Unido

Prateleiras dos supermercados andam às moscas no Reino Unido

O Reino Unido enfrenta uma escassez de bens primeira necessidade. Os britânicos vêem as prateleiras dos supermercados vazias, depois da crise dos combustíveis que obrigou centenas de militares a conduzirem camiões-tanque para ajudar no abastecimento dos postos.

Tem sido cada vez mais difícil ir ao supermercado no Reino Unido e encontrar bens essenciais como papel higiénico, garrafas de água, carne ou fruta. Segundo o ponto de situação feito este sábado pelo Daily Mail, milhares de britânicos já começaram a armazenar comida para o Natal, numa altura em que ainda faltam mais de dois meses para celebrar a festividade.

Um estudo que envolveu mil pessoas, feito pela The Grocer, revelou que dois terços dos consumidores estão “preocupados” ou “muito preocupados” com a falta de comidas e bebidas na mesa da quadra natalícia. Centenas de milhares de clientes já fizeram reservas para garantir o almoço do dia 25 de Dezembro e um em cada três consumidores já começou a ‘caça’ aos mantimentos.

A cadeia de supermercados Waitrose, com 332 lojas em todo o território britânico, anunciou as reservas e datas de entrega para a altura do Natal a semana passada. No mesmo dia, até à hora de almoço, foram feitas 22 mil marcações. Já até à passada sexta-feira, o número de reservas para o Natal aumentou para 112 mil.

FONTECM
Artigo anteriorPelo menos cinco pessoas morreram em ataque com carro-bomba no Iêmen
Próximo artigoAlemanha reportaram mais de 3 mil casos de Covid-19 e sete mortes em 24h