Início Sociedade Educação Ataques em Cabo Delgado deixam 30 mil alunos em situação de deslocados

Ataques em Cabo Delgado deixam 30 mil alunos em situação de deslocados

Trinta mil alunos e mil e seiscentos professores estão em situação de deslocados devido aos ataques terroristas que ocorrem em algumas regiões da província de Cabo Delgado.

A informação foi partilhada, pelo Presidente da República, Filipe Nyusi na sexta-feira (19) na cerimónia Central de abertura do ano lectivo 2021, que teve lugar no distrito de Monapo, província de Nampula.

O Chefe do Estado disse também que os terroristas destruíram 46 escolas e 4 infra-estruturas onde funcionavam os serviços distritais de Educação, Juventude e Tecnologia.

“Queremos aproveitar esta oportunidade para reconhecer e saudar os esforços do sector da educação ao assegurar que os alunos educandos deslocados, continuassem a beneficiar-se dos serviços de educação nas zonas de reassentamento. Isso permitiu que mais de seis mil e quinhentos deslocados retomassem as aulas presenciais”, disse.

FONTERM
Artigo anteriorChina perdoa dívida e doa 1.6 bilhões de meticais Moçambique
Próximo artigoMaputo: Tio viola menor até perder os sentidos em Malhazine