Três dos sete feridos nos ataques perpetrados pelos homens armados da autoproclamada Junta Militar da Renamo, na manhã da passada quinta-feira (17), estão a recuperar satisfatoriamente, afirmou hoje o director clínico do Hospital Provincial de Chimoio (HPC).

“Todas as vítimas dos ataques armados ocorridos na última quinta-feira, estão fora de perigo, apesar de ainda necessitarem de algumas intervenções”, disse Rachid José.

O ataque ocorreu por volta das 7h da passada quinta-feira na Estrada Nacional número 1 (EN1), na localidade de Matenga, região limítrofe entre os distritos de Nhamatanda e Gorongosa, província de Sofala.

O chefe das Relações Públicas do Comando provincial da PRM de Manica, Mário Arnaça, revelou o envio de um contingente policial para as regiões que têm sido alvo dos ataques da junta militar da Renamo.

Na província de Manica, os ataques armados do grupo chefiado por Mariano Nhongo incidem sobre os distritos de Gondola, Mossurize e Sussundenga, onde são reportadas centenas de deslocados.