Um bebé nasceu sem ânus na cidade de Chimoio. Entretanto, os pais estão preocupados pelo facto do hospital ter informado que a cirurgia de perfuração do ânus só pode ocorrer daqui há um ano por causa da pandemia do novo Coronavírus.

Foi há quatro meses que Bonifácio e Lúcia, nomes fictícios, tornaram-se pais da primeira viagem. Uma viagem que não foi de todo agrado, uma vez que a filha nasceu com má formação congénita.

Descoberto o problema, os pais levaram a menor ao hospital, onde foi submetida a uma perfuração na parte do abdómen, para poder fazer necessidades, enquanto aguardava outra cirurgia de abertura do ânus.

Há cerca de uma semana, quando foram ao controlo, tiveram a informação menos esperada. A criança só pode ser submetida a tal operação daqui a um ano.

Enquanto prevalecer a pandemia do Coronavírus, como ficará a criança? Esta é a grande questão que preocupa o casal.