A multinacional sul-africana Sasol vai investir 20 milhões de dólares para o desenvolvimento das comunidades dos distritos de Inhassoro e Govuro, na província de Inhambane, sul do país.

Os investimentos, que deverão ser disponibilizados nos próximos cinco anos, resultam de dois acordos para o desenvolvimento local, assinados na quinta-feira entre a Sasol, as comunidades locais e os governos distritais, segundo um comunicado da companhia enviado à imprensa.

“Acreditamos que os acordos estabelecerão a fundação para a Sasol construir fortes relações com as partes interessadas, trabalhando juntos sob os princípios de propriedade compartilhada, responsabilidade mútua e compromisso de longo prazo”, disse o director geral da empresa em Moçambique, Ovidio Rodolfo, citado em comunicado.

A Sasol realizou consultas públicas em 37 comunidades e a água, saneamento e energia foram apontadas como prioridades daquelas regiões.

Os acordos vão ser implementados em duas categorias, isto é, em projectos de infraestruturas pontuais, como centros de saúde e escolas, e em contribuições em pequena escala ao desenvolvimento da comunidade, como abrigos para reuniões e campos de futebol.

Entre 2004 e 2018, a Sasol fez um investimento social de aproximadamente 40 milhões de dólares em Moçambique, segundo a empresa.

Lusa