A Polícia da República de Moçambique (PRM) registou perto de quatro mil e quinhentos casos criminais, dos quais cerca de três mil e novecentos foram esclarecidos.

O número corresponde a oitenta e sete porcento de casos criminais resolvidos, neste primeiro trimestre ao nível nacional.

Estes dados foram apresentados, em Maputo, pelo Comandante-geral da PRM, Bernardino Rafael, na cerimónia de patenteamento de pouco mais de mil e duzentos agentes da corporação, entre oficiais superiores, subalternos e sargentos.

A cerimónia, que teve lugar sexta-feira, serviu, igualmente, para a entrega de um total de setenta e uma viaturas aos comandos da PRM das cidades de Maputo, Nampula e Zambézia.

De acordo com a Rádio Moçambique, o Comandante-geral da PRM, Bernardino Rafael referiu que este reforço logístico vai contribuir para a garantia da ordem e segurança do processo eleitoral em curso no país.

Jornal Notícias