Um ex-professor de educação física numa escola religiosa de Barcelona foi condenado a 21 anos e nove meses de prisão por abuso sexual de alunos menores.

Joaquin Benítez foi julgado pela secção 21 do Tribunal de Barcelona pelo abuso de quatro alunos menores na escola dos irmãos Maristas Sants-Les Corts.

Pelo menos outros 10 alunos denunciaram abusos, mas não chegaram a julgamento porque os crimes prescreveram.

O Ministério Público pedia 22 anos de prisão e 14 de inabilitação pelos crimes de abuso a quatro menores, enquanto o governo da Catalunha e o município de Barcelona, que intentaram uma acusação popular, pedia 35 e 25 anos de prisão, respectivamente.

JN