A bacia do rio Save poderá registar inundações se o Zimbabwe abrir as comportas das várias barragens que tem ao longo daquele rio, adverte um especialista moçambicano.

Agostinho Vilanculos, chefe do Departamento de Gestão de Bacias Hidrográficas, no Ministério das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, diz que as populações, em particular dos distritos de Govuro, em Inhambane, e Machanga, em Sofala, devem estar atentas.

Atentos devem estar também os que vivem nas margens do rio Zambeze, pois, por estar igualmente com níveis já muito altos de armazenamento de água, a barragem de Cahora Bassa começou, esta segunda-feira, a efectuar descargas, uma operação que deve durar um mês.

Vilanculos diz que um outro rio cuja bacia apresenta sinais de alerta é o Messalo, localizado nas províncias do Niassa e Cabo Delgado.

VOA