Uma menina de 10 anos natural do Wisconsin, nos Estados Unidos, teve que se apresentar no tribunal para ser ouvida como adulta, sendo acusada de homicídio em primeiro grau de um bebé de seis meses de idade, que morreu na semana passada.

O incidente aconteceu no passado dia 30 de Outubro, numa creche. James Kowalczyk, xerife do condado de Chippewa, indicou que a menina pegou no bebé e deixou-o cair. Quando este começou a chorar, entrou em pânico e pisou-lhe a cabeça várias vezes. Os médicos determinaram que as feridas não foram acidentais.

O bebé foi hospitalizado mas morreu na quinta-feira da semana passada, em resultado dos ferimentos.

De acordo com o Minneapolis Star Tribune, a criança deverá continuar o julgamento num tribunal de menores, razão pela qual não é identificada pela imprensa, mas como tem 10 anos é obrigada a comparecer primeiro num tribunal como adulta.

A audição, indica a imprensa norte-americana, foi difícil de ver. A menina apareceu junto com a mãe e chorou durante todo o procedimento, como pode ver abaixo. O procurador-geral descreveu a morte do bebé como resultado de pânico que se transformou em violência.

Notícias ao Minuto