Uma mulher do Missouri, nos Estados Unidos foi acusada de abuso de menores e negligência infantil após ter, alegadamente, permitido que vários homens violassem a sua filha, de apenas dois anos, enquanto assistia a tudo.

Azzie Watson, de 25 anos, foi detida a 29 de Junho por não aparecer em tribunal depois de a polícia ter recebido uma gravação do namorado, em que esta admitia ter assistido a dois homens a violar a criança.

Segundo a Fox News, a polícia recebeu a gravação no mês passado quando respondiam a uma chamada por violação no hospital.

No áudio era possível ouvir a mulher a garantir que a filha tinha sido violada cinco vezes, mas quando confrontada pelas autoridades negou tudo, garantindo que era mentira e que tinha sido intimidada pelo namorado.

Mas a criança acabou por acusar positivo a uma infecção sexualmente transmissível e para a presença de metanfetaminas no sistema. Azzie admitiu ter usado drogas, mas disse não saber que a filha tinha ficado infectada.

As duas crianças que viviam com a mulher, a menina de dois anos e um menino de um, foram desde logo retiradas aos seus cuidados e a mulher foi detida com uma fiança de 75 mil dólares (mais de 64 mil euros). Até agora mais ninguém foi detido ou acusado neste caso.

Notícias ao Minuto