Um incêndio destruiu dois barcos de pesca ancorados no Porto da Beira, na madrugada de sábado. O Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) ainda não conhece as causas do incêndio, mas pressupõe que tenha sido fogo posto.

Laurindo Felício, guarda em serviço no dia do incidente no porto, diz ter se surpreendido com o fumo, mas não percebe como tenha começado o fogo.

Helena Taipo, Governadora de Sofala, foi até ao local esta segunda-feira, para se inteirar do assunto, que até então, não existem dados finais das causas do incêndio. Taipo exigiu maior celeridade ao SERNIC para clarificar as causas do incêndio.

O País