Um homem está a contas com a Polícia, no distrito de Vanduzi, em Manica, acusado de ter morto e enterrado o corpo da vítima na sua machamba. O indiciado confessa o acto e diz que matou o finado para livrar-se da dívida que tinha consigo.

Foi com recurso a uma catana que o indivíduo, de 34 anos de idade tirou a vida de um cidadão que residia na zona de Mudzidzi. Acto subsequente, o indiciado introduziu o corpo da vítima num saco e foi enterrar na machamba, segundo a sua própria confissão.

Para a Polícia, o que resta para o indiciado é mesmo ser responsabilizado pelos crimes de homicídio e sonegação de cadáver.

Ainda no distrito de Vandúzi está detido outro indivíduo que fazendo-se passar por cliente, desferiu golpes a um moto-taxista, tendo de seguida se apoderado da sua mota.

Nos últimos dias, casos de assassinato tendem a crescer naquele distrito, mas a Polícia diz que está envidar esforços para estancar o fenómeno que tira sono as autoridades e deixa luto nas famílias.

O Pais